Hellblazer Origens – Veja as geniais primeiras histórias do mago John Constantine

Hellblazer Origens Volume 1

Dave McKean destruindo nas capas, como de costume.

Um sobretudo meio velho, camisa e um inseparável cigarro Silk Cut na ponta dos dedos. Difícil um fã de quadrinhos que não reconheça o mago britânico John Constantine por essa breve descrição. Nascido da imaginação de Alan Moore, como um coadjuvante das histórias do Monstro do Pântano, em 1987, o personagem se tornou um dos maiores ícones dos quadrinhos adultos.

Mas não foi Moore que consolidou o conterrâneo dos Beatles como personagem independente. O trabalho coube, em 1988, ao roteirista Jamie Delano e ao desenhista John Ridgway, os primeiros a assumir Hellblazer, o título solo de Constantine.

São estas primeiras histórias que estão reunidas em John Constantine, Hellblazer – Origens, série que está chegando às bancas nacionais pelas mãos da Panini e pretende publicar toda a fase de Delano à frente do título. Até agora, saiu o Volume 1: Pecados Originais, que reúne as edições 1 a 6 da série em 180 páginas de histórias do mago, além das capas dos originais feitas por Dave McKean.

O preço, de R$ 19,00, é meio salgado, mas como tem sido praxe dizer para os lançamentos da Panini, vale pela qualidade – e, neste caso, também pela quantidade. Foi feita a opção de utilizar papel jornal, igual ao das edições originais e que deve ter barateado um pouco. Se quiserem lançar tudo nesse modelo, aliás, eu topo.

Hellblazer Origens - Papa Midnite

Constantine sofre com Papa Midnite em sua primeira história solo

Os desenhos de John Ridgway são excelentes. Dão a expressividade necessária aos rostos para transmitir o clima de uma história de horror e não perdem a chance de estourar imagens chocantes, como o viciado Gary Lester coberto em moscas da cabeça aos pés. A composição das páginas é criativa sem ser exagerada, acompanhando bem o clima da narrativa. O artista usa bastante alterações no rebordo dos quadrinhos para enfatizar os efeitos e criar suspense.

O texto de Delano, que os seguidores mais fiéis dessa Horda já conhecem de outros carnavais, mantém o altíssimo nível de sempre. As histórias são geniais  e misturam aos banais demônios, satanistas, maldições, magos e etc alguns temas mais assustadores: guerra do Vietnã, Margaret Thatcher, neoliberalismo, neo-nazistas estúpidos e fundamentalistas religiosos. Constantine escancara nesse começo de jornada suas origens na classe operária, preocupações sociais e sua ojeriza por moralismos de todo tipo.

É interessante ver a personalidade do mago tomando corpo conforme avançam as histórias. O primeiro arco, “Fome”, em que Memoth, o demônio da dita cuja, assola Nova Iorque, traz um mago um pouco mais preocupado, triste, assombrado pelos fantasmas de amigos perdidos em tragédias passadas e presentes. Esconde uma clara insegurança sobre as opções que toma com o cinismo que nos acostumamos a ver. Aqui, aparece Papa Midnite, feiticeiro vudu conhecido de quem assistiu à tosquinha versão cinematográfica.

Hellblazer Origens - Margaret Thatcher

Participação especial de Margaret Thatcher, mais assustadora que qualquer demônio

A segunda história, “Correndo atrás”, mostra o alvoroço causado entre os demônios especuladores do mercado de almas com a expectativa de uma nova vitória do Partido Conservador da Dama de Ferro, Margaret Thatcher. “Meu Deus. Condenado a viver numa sociedade individualista, em que os fortes ficam à vontade para pegar o que bem entendem e os fracos se veem entregues à própria sorte”, lamenta o herói. Nada mais atual.

Em “À Espera do Homem”, aparece a família de Constantine,sua irmã Cheryl, a sobrinha Gemma e o cunhado Tony, que arrastou a família para o culto fundamentalista cristão Cruzados da Ressurreição. Constantine já começa a soar mais como o que conhecemos: arrogante e autoconfiante, esculachando os santarrões.

Há ainda mais duas histórias, tão pesadas, criativas e bem feitas quanto. Em resumo, John Constantine, Hellblazer – Origens é uma excelente publicação, que mostra os primórdios de um dos personagens mais legais que surgiram nos anos 1980, uma época pra lá de fértil nos quadrinhos. Leitura fundamental para quem diz que gosta de quadrinhos. Aguardo ansioso pelo volume dois.

Advertisements
Comments
One Response to “Hellblazer Origens – Veja as geniais primeiras histórias do mago John Constantine”
  1. Capone says:

    Comprarei!!! Não entro numa banca desde 2009… vou entrar pra comprar isso… tks…

Deixe um comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: